domingo, 21 de junho de 2009

Raízes.


Tendo participação sem medo para crescimento normal em confronto de si mesmo.
Imagino um mamífero como o golfinho que ensinado roda uma bola muito feliz recebendo aplausos. Concluí-se um globo; bem ao centro um olhar com tanta meiguice até difícil de explicar.
Gosto mesmo é de brincar com cores; nesta hora escolho azul e em meus sentimentos demonstro raízes mesmo arrancadas irá nascer a ponto de terem vestígios de onde vieram.
Na somática se encontra fato vivido. Queria era saber o porque de tanta riqueza.
Deste-me tesouros; sociedade tripla e única de amados, abençoados.
Em meu ser se encontra apenas refúgio.
Em meu olhar não se encontra meu ser feliz: mas existe.
Agora tão somente entender por infinito sem explicação do mistério em sentido ao amor de DEUS.
Nada de guerra e batalhas são feitas; atrás do sim onde cabe humildade em qualquer lugar.
Sem interrupção concluir um espetáculo, sonho ou mesmo destinação?

6 comentários:

Mateus Luciano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mateus Luciano disse...

"queria poder mover as montanhas para poder ser notado."
raízes voce esta se saindo muito bem.

rAÍZES disse...

Bom é com muita atenção que venho comentar sobre esta tela que me passou alegria ao ver como o escritor se expressou falando de suas raízes disse também de uma cor azul que nos revela o paisagismo no qual fala do céu da terra e de tudo que o ser humno esta destruindo com sua ganancia e não esta valorizando a mãe natureza isso faz com que nossos filhos de amanha não tenham suas jóias que temos hoje a natureza a mãe natureza esta morrendo a cada dia.

Harold disse...

Assim como você, gosto de brincar com as cores. Elas me dizem muitas coisas bonitas e vivas. Elas têm,em si, a essência do amor de Deus.
Por isso, as cores precisam ser olhadas e amadas por nós.
Beijos!!!!

camba disse...

Todas as coisas, na Terra, passam...
Os dias de dificuldades, passarão...
Passarão também os dias de amargura e solidão...
As dores e as lágrimas passarão.
As frustrações que nos fazem chorar...
um dia passarão.
A saudade do ser querido
que está longe, passará.
Dias de tristeza...
Dias de felicidade...
São lições necessárias que,na Terra,
passam,deixando no espírito imortal
as experiências acumuladas.
Se hoje,para nós,é um desses dias
repletos de amargura,
paremos um instante.
Elevemos o pensamento ao Alto,
e busquemos a voz suave
da Mãe amorosa
a nos dizer carinhosamente:
isso também passará...
E guardemos a certeza,
pelas próprias dificuldades já superadas,
que não há mal que dure para sempre.
Assim,façamos a nossa parte
o melhor que pudermos,sem esmorecimento,
e confiemos em Deus,
aproveitando cada segundo,cada minuto que,
por certo... também passarão..."
"Tudo passa...exceto DEUS!"
Deus é o suficiente!

Mateus Luciano disse...

já é adminstradora do blogue pode trabalhar beijos bom domingo