quinta-feira, 23 de abril de 2009

Voltar.


Penso, muito pouco estás no meu entender, e compreendo para meu secreto íntimo não me reprimir. Fato perceber do meu eu, desejo súbito de não ser alma voando.
Quero por como um prato bem formoso de frutas. Construindo conforto em tudo, e respirar profundamente, descansarei e estou pronta esperando. Comprovante de uma vida com muitas vitórias; quero me recordar sempre.
“TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE “.
O estranho de nem mais sair lágrimas é que estou vazia e meu sorriso mais transparente.
Pratico diariamente o silêncio. Nada de mistério, presente acontece sempre, viver somente.
A todos que amo uma herança. Conforme acontece, vida real. Vão saber identificar, são tudo e mais alguma coisa, diamantes.
Impressão mantida silenciosamente. Voltei colocar meus sentimentos por letras, conhecer meu coração, amor, paz, vontade de expressar, fortalecer olhar sem fraquejar, poder de namorar a vida .

3 comentários:

Mateus Luciano disse...

hoje eu classifico como sua primeira obra prima...

Mar e Céu disse...

Boa noite!
Muito bem, amiga
Abs
Marcélia

Jana Linda disse...

Boa noite...

Visitando seu blog

BJss