sábado, 17 de janeiro de 2009

Vermelho como fogo.


Perseguir uma descoberta consistente para um futuro mais firme e contemplado com maiores vitórias faz parte de meu pensamento no qual consigo amor próprio intenso. Dever de caminhar e atingir um canal iluminado do lugar onde estou.
Tentando entender canalizar forças para um respirar tranqüilo e solto sem demora, requer puramente ser filha obediente, amável, operando trocas de favores invisíveis cujos nomes ainda conhecidos se no esforço transparecer apenas vontade mútua de sempre ajudar. Na seqüência de serviços gratificantes, assumo pausadamente meu ser mulher. Cada fazer, um ganho, conquista desde ser simples e ao mesmo tempo abençoada por DEUS. Uma chance, todos tem segunda, terceira e ai vai. Abraçar realmente não é fácil, praticando fica mais fácil falo de vontade, desejos, sem conformidade. Avistar mesmo que perto uma súbita e completa graça, para isto sem dúvida tem de estar como pegando fogo indescritível.

Um comentário:

Mateus Luciano disse...

você precisa soltar mais a sua imaginaçao pois tens talento mais ta ,muito pequeno teu texto .
escreva mais....
você pediu eu te atendi,falei oq não gostei ,e basicamente se resume a isto.
espero que me entenda