quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Loucura invisível.

Não sei se é ou realmente pode ser. Amor invisível porque jamais irá se apresentar para esta minha pequena alma. A cada segundo escutando seu fôlego meu desejo é de sorrir e ao mesmo instante agarrar tua mão para o possível em rumo de um lugar já escrito e descrito, esperarei. Ques palavras incertas sem até mesmo explicações certas. O fato é permanecer no silêncio aceitando mesmo que assim teus carinhos á distância. Agora não sei se é hora de suspirar tão fundo que mesmo longe irá me entender. Fartamente tenho energia suficiente e me satisfazer como em um sonho. Quando fecho os olhos só imagino uma imagem possível de um homem. Curioso é de saber ser só um vulto pois pouco me importa de como seja. Interessante para meu entender vem simplificar . Teus carinhos são meus . Carinhoso invisível , meu grande. Bela ; muito bela e sempre será a minha vida . Assino aqui esta pequena loucura.

2 comentários:

Mateus Luciano disse...

simplismente a declaração mais bonita que já ouvi
quimeras eu fosse essa pessoa.

nana disse...

Foi o que saiu na hora ..........